AMA SX: saiba porque Jason Anderson foi penalizado em Minneapolis

Jason Anderson se irritou com penalização sofrida em Minneapolis – Foto: GuyB

 

Durante o segundo Main Event da 450SX em Minneapolis, Jason Anderson tentou assumir a liderança ultrapassando Justin Brayton por dentro, mas acabou sendo tocado pelo piloto da Honda e saiu da pista (vídeo abaixo).

Como podem ver, Anderson entrou novamente na pista no final da sessão. Ele ultrapassou Baggett e terminou em quinto, mas foi penalizado em uma posição no resultado final, finalizando em sexto.

Anderson venceria o terceiro Main Event com folga, mas na soma dos resultados acabou perdendo a vitória para Eli Tomac.

Por que o piloto da Husqvarna foi penalizado apesar de ter perdido muitas posições quando saiu da pista?

O site RacerX Online conversou com Mike Pelletier, gerente do AMA Supercross, para obter uma explicação.

O livro de regras do supercross diz que, se os pilotos tiverem ganho uma vantagem ao sair da pista, perderão qualquer posição obtida e, em seguida, uma posição adicional.

Como Anderson não ganhou nenhuma posição ao sair da pista, então ele só foi penalizado pela posição adicional.

Pellettier explicou que ganhar uma vantagem não significa apenas ganhar posições. Anderson foi mais rápido reingressando na pista no final da sessão ao invés do local de onde ele saiu.

O diretor da corrida determinou que isso lhe rendeu alguma vantagem, portanto, a penalidade de uma posição foi colocada em jogo.

Na coletiva de imprensa pós-corrida, o piloto da Husqvarna se mostrou irritado com a situação e contestou dizendo:

– No livro de regras diz que, nestes casos, não é permitido ganhar posições e que você precisa reingressar na pista no local mais seguro. Eu não ganhei nenhuma posição, perdi cinco porque entrei no local mais seguro. Eu acho que o livro de regras tem preferência por alguns pilotos – disse Anderson.