Ouro Preto bombou pra abertura do Red Bull Minas Riders 2017

Escrito por Tiago Mendonça

Tudo bem que o Red Bull Minas Riders ganhou vaga no calendário do Hard Enduro justamente pelo alto grau de dificuldade. Mas olha, a cidade de Ouro Preto resolveu caprichar. Na hora de receber os melhores pilotos de enduro extremo do mundo, um frio desgraçado e uma chuva fina e insistente transformaram o Prólogo, a primeira parte do evento, em um baita desafio.

– Cara, quando eu pensei em vir ao Brasil, eu estava imaginando mais um clima de praia – brincou Cody Webb, norte-americano que faz sua estreia no Minas Riders.

 

Veja o Prólogo do Red Bull Minas Riders pela perspectiva dos pilotos

 

Pra entender: o Prólogo é tipo um treino classificatório, disputado em circuito fechado, que define as posições de largada para a prova (leia-se os trechos off-road, que serão completados entre quinta e domingo).

Esse circuito fechado foi montado no entorno de um dos maiores símbolos de Ouro Preto: a Praça Tiradentes, pra trazer o público pra perto da competição. E a galera respondeu à altura. Apesar das más condições climáticas, mais de 4 mil pessoas se aglomeraram para ver as principais estrelas do Hard Enduro.

 

O sofrimento começou. Fotógrafo: Bruno Senna / Red Bull Content Pool

 

Depois de quinze minutos de corrida em um circuito especialmente preparado pelo romeno Andy Fazekas (o mesmo do Red Bull Romaniacs), cheio de obstáculos como pneus de trator e caminhão, troncos gigantes e caçambas, quem apareceu no alto do pódio foi Alfredo Gomez, um rosto bastante conhecido dos fãs de enduro extremo no país.

Afinal de contas, foi ele o vencedor do Red Bull Minas Riders no ano passado.

O espanhol começou outra vez com o pé direito, superando seu principal rival na modalidade, o britânico Graham Jarvis.

– Eu curti muito. Tentei acelerar o máximo que pude dentro de uma margem de segurança pra não fazer besteira. A chuva deixou tudo mais difícil, estava fácil de errar e isso fez a diferença entre os pilotos top e os outros. Estou feliz por mim, pela equipe. Fizemos a escolha certa de pneus e chegamos lá. Mas a corrida mesmo começa é na trilha. – contou Alfredo Gomez.

 

Funciona assim: a vitória deu a Gomez o direito de escolher em que posição largaria nesta quinta-feira, 18. O vencedor do Prólogo pode remanejar sua posição entre os três primeiros como bem entender, de acordo com a própria estratégia. É que, diferentemente de uma corrida normal, largar depois pode ser vantagem no Hard Enduro, já que você deixa alguém ir na frente ‘abrindo a trilha’ e tomando os sustos primeiro.

 

Jarvis está de novo na briga – Fotógrafo – Fabio Piva / Red Bull Content Pool

 

O segundo lugar na corrida do ano passado é um resultado que não desceu muito bem pra Graham Jarvis.

Mas pelo que se viu no Prólogo, o britânico tem totais chances de dar o troco em Alfredo Gomez em 2017. Os dois disputaram a corrida metro a metro, e Gomez acabou levando a melhor no finalzinho.

Só que ainda tem muito chão pela frente.

– Foi uma corrida difícil, com a pista muito escorregadia de um jeito que eu nunca vi. Foi uma coisa impressionante! Não foi fácil andar rápido aqui. Mas o segundo lugar não é mal para o começo. Todo ano fica mais complicado, eu estou ficando velho e os caras mais jovens, cada vez mais experientes. Mas eu ainda estou na briga pela vitória – disse Graham Jarvis.

Pelo que dá pra perceber, a combinação da chuva com os paralelepípedos históricos e escorregadios de Ouro Preto tornou as condições imprevisíveis, mesmo para as maiores lendas do Hard Enduro. Sendo assim, imagine para os três únicos brasileiros inscritos na categoria Gold, a mais casca-grossa do Red Bull Minas Riders?

O melhor deles foi Gustavo Pellin, em sétimo. Rigor Rico terminou em oitavo e Bruno Crivilin, em décimo.

 

>>> Os resultados completos estão disponíveis neste link

 

Nesta quinta-feira, 18, primeiro dia off-road do evento, os pilotos saíram para um laço de 93 km no entorno de Ouro Preto.

Vamos ver quem aparece na frente.

 

Cody Webb garantiu o terceiro lugar no Prólogo – Fotógrafo: Marcelo Maragni / Red Bull Content Pool

 

Programação

Quinta-feira, 18
1º Dia Off-road em Ouro Preto
Gold: 93 km
Silver: 87 km
Bronze: 71 km
Iron: 54 km

Sexta-feira, 19
2º Dia Off-road de Ouro Preto para Barão de Cocais
Gold: 148 km
Silver: 147km
Bronze: 128 km
Iron: 124 km

Sábado, 20
3º Dia Off-road de Barão de Cocais para Belo Horizonte
Gold: 110 km
Silver: 99 km
Bronze: 95 km
Iron: 95 km

Domingo, 21
4º Dia Off-road de Belo Horizonte para Honório Bicalho
Gold: 47 km
Silver: 42 km
Bronze: 40 km
Iron: 41 km

Epílogo em Honório Bicalho (aberto ao público)
R. Nove, 1153 – Honório Bicalho, Nova Lima – MG, 34000-000